Os principais tipos de crédito bancário

Existem vários tipos de crédito bancário consoante as caraterísticas de cada projeto, de forma a adaptá-los às necessidades de cada cliente. Se o objetivo do cliente for comprar um carro, deve pedir um crédito automóvel; se for para a compra de uma casa, deve pedir um crédito à habitação, e assim por aí diante…

A maioria dos portugueses recorrem a ajuda financeira para poder adquirir uma casa, um carro ou até mesmo realizar aquela viagem de sonho. Por esse motivo, diferenciaram-se os diversos tipos de crédito. Consulte abaixo alguns dos principais créditos existentes no mercado:

Crédito pessoal
Este é o único crédito que é concedido para a compra de bens de consumo sem especificar nenhuma finalidade em concreto. O cliente pode utilizar o crédito pessoal para concretizar objetivos pessoais, tais como fazer uma viagem, mobilar a casa, pagar dívidas, etc. O montante cedido varia normalmente entre os 500 e os 40 000 euros e com os prazos de 6 a 120 meses, consoante as políticas comerciais de cada instituição. As taxas de juros (TAEG) praticadas são consideravelmente mais elevadas do que noutros tipos de crédito.
Conheça também as vantagens e desvantagens do crédito pessoal

Crédito automóvel
Este tipo de crédito permite ao cliente comprar um carro, sem ter que despender um montante avultado no momento do ato da compra. O crédito automóvel é rápido e mais fácil de obter do que o crédito habitação. O financiamento pode ascender a 100% do valor do automóvel e os prazos variam entre os 12 e os 120 meses. Saiba mais sobre o crédito automóvel (AQUI).

Crédito habitação
O crédito habitação tem como finalidade a aquisição, construção e recuperação da casa própria. Em tempos de crise, é mais difícil ter acesso a este tipo de crédito, na medida em que os bancos são mais criteriosos e estudam muito bem o perfil de risco do cliente, de forma a evitar o crédito malparado e o prejuízo. Os financiamentos vão até 100% do valor do imóvel e os prazos podem ascender aos 50 anos, dependendo da idade do cliente. Saiba mais (AQUI).

Crédito estudantes
Este crédito permite aos estudantes iniciar ou dar continuidade aos seus cursos académicos, os quais podem ser de especialização técnica, licenciaturas, mestrados, doutoramentos ou programas de intercâmbio, como ERASMUS. Por norma, Os montantes atribuídos variam entre os 1000€ a 5000€ por ano, até um máximo de 25 000€ por estudante. Os prazos variam consoante a duração da formação.

Crédito consolidado
Trata-se de uma solução financeira que consolida as prestações de vários créditos (de automóvel, pessoal e habitação) numa só prestação. Tem como vantagens: passar de créditos a curto prazo para longo prazo e de taxas elevadas para taxas mais reduzidas. Contudo, não é fácil aderir a esta opção de crédito, na medida em que muitos dos clientes que a procuram já se encontram em situações de sobreendividamento. Existem 2 tipos de crédito consolidado: o Crédito Consolidado com Hipoteca e o Crédito Consolidado sem Hipoteca. Saiba mais sobre o crédito consolidado (AQUI).

Conheça também 10 dicas para evitar o sobreendividamento

Comentários

comments

Publicado por

Kike Yin

Licenciado em Economia Profissional no sector dos Seguros

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *