Saiba tudo sobre o Crédito Automóvel

Seja para comprar um carro novo ou usado, a maioria das vezes quem compra carro precisa de crédito. Existe no mercado uma grande variedade de oferta nesse sentido, por isso, na hora de comprar automóvel com recurso ao crédito, pondere todas as modalidades existentes. Faça-o antecipadamente para que a opção vá de encontro às suas necessidades financeiras.

O consumidor pode optar entre várias modalidades de financiamento, a saber, Leasing (locação financeira), ALD (Aluguer de Longa Duração) e Crédito com Reserva de Propriedade.

Vamos analisar de seguida as caraterísticas de cada uma destas opções de financiamento, de forma a poder escolher a melhor para si, tendo em conta que a decisão vai afetar o seu orçamento familiar durante um longo período de tempo.

Leasing
Nesta modalidade de financiamento, não existe compra efetiva do carro. É assinado um contrato de locação financeira entre o cliente e a instituição de crédito, ou seja, de cedência temporária da viatura em troca de uma prestação mensal. O contrato inclui um seguro de danos próprios e está sujeito à taxas de juro habitualmente mais reduzidas do que em ALD.

Durante o período de contrato, o locador, ou seja, quem faz a locação financeira é quem paga as despesas de manutenção e reparação do automóvel. No final do contrato, o cliente (locatário) tem três opções de escolha: devolver a viatura, trocá-la ou ficar com o carro, pagando o valor residual.

Aluguer de Longa Duração (ALD)
Trata-se também de uma cedência temporária em troca de um valor mensal, mas o cliente assina um contrato-promessa em que assume a obrigatoriedade de comprar o carro, no final do contrato. O valor é estabelecido logo no início. Tal como no Leasing, é obrigatório o seguro de danos próprios (seguro de responsabilidade civil automóvel é obrigatório por lei).

Crédito com Reserva de Propriedade
Além do Leasing e do ALD, os consumidores podem recorrer ao Crédito com Reserva de Propriedade para comprar carro. É o que habitualmente se designa por crédito automóvel normal. À semelhança do crédito pessoal, o crédito automóvel pode estar sujeito a taxas de juros fixas ou variáveis.

Esta é a única forma de financiamento em que a viatura fica registada em nome do cliente. De qualquer forma, para garantir que contrato e o respetivo pagamento sejam cumpridos até ao final, a instituição financeira que empresta o carro faz uma reserva de propriedade em seu nome.

Conheça as principais vantagens de recorrer ao crédito automóvel para financiar a aquisição do seu carro:
– Não necessita de despender um montante elevado no momento do ato de compra;
– É personalizável à medida das suas necessidades;
– Acesso fácil e rápido;
– Pode ser usado para compra de viaturas novas ou usadas;
– Financiamento até 100% do valor da aquisição do automóvel. Com o valor máximo a fixar nos 75 000 euros;
– Prazos de reembolso flexíveis, que podem variar desde 12 meses à 120 meses;
– Possibilidade de fazer amortizações totais ou parciais, reduzindo os juros e o valor em dívida à entidade credora;
– Taxas de juros mais vantajosas do que nos créditos pessoais;
– No caso das empresas e profissionais liberais, existem a possibilidade de dedução do IVA.

Comentários

comments

Publicado por

Kike Yin

Licenciado em Economia Profissional no sector dos Seguros

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *