Dicas para guardar dinheiro durante a viagem

Uma das maiores preocupações das pessoas na hora de viajar é onde guardar o dinheiro. Mesmo com as facilidades dos cartões de débito e crédito, há quem prefira viajar com dinheiro físico.
Existem diversas formas de como levar e guardar dinheiro em viagens, cada um com as suas vantagens e desvantagens.

Deve levar na carteira somente as coisas necessárias para a viagem, sobretudo quando se tratam de viagens para o estrangeiro. Isto é, deve levar na carteira apenas os documentos e o dinheiro necessários para a viagem. Também pode tirar cópias em vez de levar os documentos originais.

Dê preferência ao uso de cartões, em vez de estar a transportar grandes montantes de dinheiro. Se tiver cartão de débito Visa ou Mastercard pode levantar dinheiro em caixas multibanco credíveis. O essencial é não transportar muito dinheiro de mão e ter um plano alternativo, assim que o primeiro acabar. Também pode levar um cartão de crédito, porque dá jeito para fazer grandes compras.

Conheça abaixo algumas dicas de como guardar dinheiro em viagem:
Guardar nos bolsos – Os bolsos são os sítios mais utilizados para guardar dinheiro em viagem, mas também são os mais procurados pelos carteiristas. Utilize roupa com bolsos de fecho para maior precaução, e é também preciso que se mantenha atento, nomeadamente, no meio das multidões, como nos transportes.

Guardar nas malas – Se a sua opção for guardar dinheiro e outros valores nas malas, mantenha-se sempre de olho e em contacto com as suas malas, porque estas podem ser desviadas num abrir e fechar de olhos.

Guardar no cofre do hotel – Deixar o dinheiro fechado no cofre do hotel, levando somente algum dinheiro consigo durante o dia. Neste caso, deve confirmar primeiro de que o cofre é seguro, antes de depositar os seus valores nele.

Divisão do dinheiro – Divida o dinheiro por diferentes sítios ou pelas pessoas que viajam consigo. Assim, tem sempre outro disponível, caso algum dinheiro se perca.

Seja mais discreto – Para fazer pagamentos frequentes, tenha uma parte do dinheiro trocado à mão, e outra parte melhor guardado na roupa ou na mala, evitando assim recorrer ao seu esconderijo secreto, caso contrário toda a gente fica a saber onde o dinheiro está guardado.

Comentários

comments

Publicado por

Kike Yin

Licenciado em Economia Profissional no sector dos Seguros

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *