Poupe na carteira escolhendo frutos e legumes da época

Uma das regras básicas para poupar no supermercado é escolher frutas e legumes da época. Os alimentos de época, especialmente os regionais ou nacionais, não estão sujeitos a conservações e grandes viagens, tornando os produtos mais baratos, e ao mesmo tempo, mais saudáveis. Ou seja, além de poupar na carteira, os frutos e legumes da época são mais nutritivos e naturalmente mais saborosos. As vantagens são óbvias, sendo uma questão de tornar a opção por produtos da época um hábito. Se não conhece quais os alimentos de cada época, poderá ficar a saber na nossa lista mensal. Descubra de seguida os alimentos de cada mês do ano.

LISTA DE FRUTAS E LEGUMES

Janeiro
Legumes: acelga, alho francês, batata, cebola, cenoura, chalota, beterraba, chicória, couve-de-bruxelas, couves, espinafre e nabo.
Frutas: clementina, laranja, limão, maçã, marmelo, pera, romã, tangerina e toranja.

Fevereiro
Legumes: acelga, alho francês, agrião, batata, cebola, cenoura, chalota, beterraba, chicória, couve-de-bruxelas, couves, espinafre e nabo.
Frutas: clementina, laranja, limão, maçã, marmelo, pera, tangerina e toranja.

Março
Legumes: acelga, alho francês, agrião, batata, cebola, cebolinho, cenoura, chalota, beterraba, chicória, brócolos, couve-de-bruxelas, pepino, couves, grelos, espinafre e nabo.
Frutas: clementina, laranja, limão, pera, tangerina, toranja e morangos.

Abril
Legumes: acelga, alho francês, agrião, batata, cebola, cebolinho, cenoura, chalota, chicória, brócolos, pepino, couves, grelos, espinafre, alface e rabanete.
Frutas: morangos, limão, laranjas, ameixas, cerejas, maçã e nêsperas.

Maio
Legumes: agrião, batata, cebola, brócolos, pepino, grelos, espinafre, alface, rúcula, espargos e rabanete.
Frutas: morangos, limão, laranjas, pêssegos, ameixas, cerejas, alperce, maçã e nêsperas.

Junho
Legumes: aipo, courgettes, ervilhas, cenouras, batata, cebola, pimentos, pepino, grelos, espinafre, alface, rúcula, espargos e rabanete.
Frutas: morangos, limão, laranjas, pêssegos, ameixas, figos, cerejas, alperce, maçã, melancia e nêsperas.

Julho
Legumes: aipo, alcachofra, alho francês, chalota, tomate, favas, feijão-verde, courgettes, ervilhas, cenouras, batata, cebola, pimento, pepino, espinafre, alface, rúcula, espargos e rabanete.
Frutas: morangos, limão, laranjas, pêssegos, ameixas, figos, cerejas, melão, framboesas, alperce, maçã, melancia e nêsperas.

Agosto
Legumes: aipo, alcachofra, alho francês, chalota, tomate, favas, feijão-verde, courgettes, ervilhas, cenouras, batata, cebola, pepino, espinafre, alface, rúcula, pimento, espargos e rabanete.
Frutas: morangos, limão, laranjas, pêssegos, ameixas, amora, groselha, figos, cerejas, melão, framboesas, alperce, mirtilo, maçã, melancia e nêsperas.

Setembro
Legumes: aipo, beterraba, alcachofra, alho francês, chalota, favas, feijão-verde, courgettes, ervilhas, cenouras, batata, tomate, cebola, abóbora, milho, pepino, espinafre, alface, rúcula, espargos, rabanete e pimento.
Frutas: limão, laranjas, damasco, romã, pêssegos, ameixas, amora, groselha, figos, melão, framboesas, alperce, uvas, clementinas, mirtilo, maçã, melancia e nêsperas.

Outubro
Legumes: beterraba, couves, agrião, alho francês, chalota, favas, feijão-verde, courgettes, ervilhas, cenouras, batata, cebola, abóbora, milho, pepino, espinafre, alface, rúcula, rabanete e pimento.
Frutas: limão, laranjas, damasco, romã, pêssegos, framboesas, uvas, clementinas, maçã e marmelo.

Novembro
Legumes: beterraba, couves, couve-de-bruxelas, chicória, brócolos, agrião, alho francês, chalota, courgettes, cenouras, batata, cebola, abóbora, espinafre e alface.
Frutas: limão, laranja, damasco, romã, pêssego, toranja, uva, clementina, maçã e marmelo.

Dezembro
Legumes: alho francês, batata, chalota, beterraba, alcachofra, brócolos, agrião, chicória, couve-de-bruxelas, couves, espinafre e nabo.
Frutas: limão, laranja, damasco, romã, pêssego, toranja, uva, clementina, maçã e marmelo.

10 dicas para poupar dinheiro no supermercado

Sejam compras diárias, semanais ou mensais, as contas do supermercado representam sempre uma fatia importante no orçamento familiar. Ora se por um lado existem alimentos e produtos imprescindíveis, saiba que também existem formas de reduzir as despesas da ida ao supermercado sem ter de prescindir de nada. Veja aqui algumas das nossas dicas:

1. Defina um orçamento – Quando fizer compras, estipule um orçamento. Não vá ao supermercado sem saber até quanto poderá gastar. Os cartões de débito e/ou crédito são, muitas vezes, inimigos dessa gestão. Por isso, evite pagar através do multibanco e estabeleça um montante limite.

2. Faça uma lista – Tenha em atenção os produtos em falta e prepare com alguma antecedência uma lista com todas as coisas que precisa comprar no supermercado. Se souber exactamente o que precisa, corre menos riscos de perder-se em produtos desnecessários e, muitas vezes, caros. Se já conhece a loja, tente organizar a lista de acordo com a disposição dos produtos (por exemplo: da esquerda para a direita), assim vai poupar tempo e evitar andar para trás e para a frente.

3. Não vá às compras de barriga vazia – Evite ir ao supermercado com fome. Dessa forma, evita comprar produtos desnecessários, poupando dinheiro para eventuais coisas que realmente precisa.

4. Aproveite as promoções – Dê uma vista de olhos aos folhetos publicitários que recebe diariamente e compare preços. Para além de ajudar a planear as lojas a que deve ir, é uma boa maneira de estar atento às promoções.

5. Diga sim às marcas brancas – Muito mais económicas, as marcas brancas já não são o que eram. A crescente competitividade tem levado as empresas a apostar fortemente na qualidade dos seus produtos, mas muito mais baratos em comparação às restantes marcas. Experimente e vai ver que não se vai arrepender.

6. Armazene – Sempre que vir produtos “sem prazo de validade” que estejam em promoção, aproveite os preços baixos e faça um stock em casa. O mesmo se aplica a todos os produtos com prazos de validade longos como cereais, leite ou enlatados, por exemplo. Dessa forma evita ir ao supermercado tantas vezes e cair na tentação de comprar coisas desnecessárias.

7. Vá com tempo – Muitas vezes as compras exigem tempo e paciência para que possa avaliar bem as várias marcas que tem ao seu dispor e dessa forma ver as que compensam mais na relação qualidade/preço.

8. Evite levar crianças – O ideal é deixar as crianças em casa. Dessa forma, poderá concentrar-se sem ter que dividir a sua atenção em duas coisas em simultâneo. Além de evitar comprar todo o tipo de produtos tentadores que as crianças vêem.

9. Escolha frutos e legumes da época – Os alimentos de época, especialmente os regionais ou nacionais, não estão sujeitos a conservações e grandes viagens, tornando os produtos mais baratos, e ao mesmo tempo, mais saudáveis. Ou seja, além de poupar na carteira, os frutos e legumes da época são mais nutritivos e naturalmente mais saborosos. Saiba quais são os frutos e legumes de cada mês (AQUI),

10. Confira os talões – Muitas vezes existem erros de preço, seja por um produto passar mais que uma vez ou alguma anomalia nos talões ou promoções existentes. Por isso, mantenha os olhos abertos. É importante que não deixe passar essas situações. Afinal, um engano hoje, outro amanhã… é dinheiro ao final do mês.