Conheça 11 dicas para poupar nos seguros

A solução para poupar nos seguros não passa necessariamente por eliminá-los da sua lista de despesas, mas sim por saber como cortar nos prémios que paga e no supérfluo.

As despesas com os seguros de vida, automóvel, saúde e casa fazem parte dos orçamentos de muitas famílias, mas se os seguros não forem adequados às suas necessidades podem representar um gasto muito maior àquele que deveria ter. Se alguns são obrigatórios por lei, como o seguro automóvel RC, outros são exigidos, por exemplo, aquando da compra de casa (seguro multirriscos habitação e seguro de vida).

Existe uma grande diversidade de oferta de seguros no mercado, pelo que é fundamental saber escolher o mais adequado às necessidades, para poupar no prémio de seguro a pagar.

Conheça 11 dicas para conseguir reduzir despesas com seguros:

Avalie as suas necessidades

Se vai contratar um seguro, a primeira coisa a fazer é avaliar as suas necessidades, ou seja, deve procurar saber concretamente qual o risco que pretende segurar. Por exemplo: o seguro de vida associado ao crédito à habitação – se o seu objetivo é apenas assegurar que a casa fique paga em caso de morte ou invalidez, pode ser mais vantajoso, você optar pela atualização do prémio do seguro ao capital em dívida. Isto porque o prémio vai reduzindo à medida que vai liquidando o crédito.

Faça pesquisas e simulações

Faça a prospeção do mercado, explorando toda a potencialidade da internet. Faça várias simulações, já que muitas seguradoras disponibilizam simuladores nos seus sites, e compare as diferentes propostas.

Evite a duplicação de coberturas

Ao não fazer uma avaliação prévia das necessidades e da sua carteira de seguros, inconscientemente, acaba por incorrer no risco de estar a contratar uma mesma cobertura em mais do que um seguro. Como as indemnizações não são cumulativas, pelo que estar a pagar duas vezes, torna-se um grande desperdício de dinheiro.

Contrate apenas o essencial

Não se deixe dominar pelo seu lado emocional, procure fazer uma escolha racional e saiba o que está a contratar. Deve contratar apenas as coberturas que identificou como necessárias.

Procure mediadores

Procurar um mediador de seguros também lhe pode ajudar a poupar dinheiro, pois geralmente, os mediadores conseguem preços mais competitivos em relação ao balcão. Além disso, podem proporcionar um atendimento personalizado, conseguindo adequar melhor o seguro às suas necessidades.

Low cost

Por norma, as companhias de seguros ‘online’ ou por ‘telefone’ conseguem apresentar preços mais baixos do que as seguradoras tradicionais, devido ao facto de terem menores custos. Se é daquelas pessoas que gosta de tratar de todo o processo sozinho, faça uma pesquisa por estas seguradoras.

Aproveite as promoções

Esteja atento e aproveite as campanhas de promoções das seguradoras. Em alguns casos, as poupanças face aos preços normais são consideráveis. Além disso, se é sócio de algum clube, ou tem algum cartão de descontos, verifique se há alguma parceria com seguradoras que lhe permite baixar o prémio do seguro.

Em pacote é mais barato

Num modo geral, as seguradoras oferecem descontos caso compre um pacote de produtos. Contratar o seguro de vida, carro, saúde, casa ou até viagens na mesma companhia pode ficar mais barato do que ter espalhado por várias seguradoras. Faça as contas e se compensar, consolide tudo na mesma companhia de seguros.

Fracionamento anual

Na maioria dos casos, escolher a opção do pagamento anual torna-se mais barato do que optar por um fracionamento semestral ou mensal. Sendo que as diferenças em termos de custo total dependem de seguradora para seguradora.

Opte por débito direto

Optar por débito direto pode ser outra forma de poupar nos seguros. Normalmente, as seguradoras oferecem condições favoráveis a quem opte por esta modalidade de pagamento.

Cartões de crédito com seguro

Muitos cartões de crédito apresentam benefícios associados à sua utilização, nomeadamente, a possibilidade de adquirir gratuitamente um seguro de viagem, caso pague a sua viagem através do cartão.

Como conseguir um seguro automóvel mais barato para jovens

Os jovens estão habitualmente sujeitos a prémios de seguro automóvel (seguro obrigatório) mais elevados do que a generalidade dos condutores mais experientes. O risco de virem a provocar um acidente na estrada é considerado mais elevado e, por esse motivo, as seguradoras penalizam o preço dos seguros dos jovens condutores. Isso acontece sobretudo aos menores de 25 anos e com carta de condução há menos de dois.

Como forma de contornar esse problema, muitos pais contratam o seguro auto dos filhos em seu nome, identificando-se como condutores habituais das viaturas que os filhos conduzem regularmente. Porém, esta estratégia pode, na verdade, sair bem cara à família. Em caso de sinistro, a companhia pode dar início a um processo de averiguação e concluir que prestou falsas declarações, alegar a nulidade do contrato e recusar o pagamento da indemnização.

No entanto, existem algumas estratégias que os jovens condutores podem apostar para conseguir um seguro auto mais barato, na hora de contratar.

1 – Pesquise e faça simulações de seguro automóvel em mais do que uma seguradora, considerando todas as opções existentes no mercado;

2 – Opte por limitar as coberturas do seguro auto ao seu mínimo (plano base), como as coberturas obrigatórias da responsabilidade civil automóvel;

3 – Dê preferência às seguradoras low cost, que podem oferecer produtos dirigidos especialmente para jovens condutores – a ausência de sinistros pode dar direito à devolução de parte do prémio e a ofertas;

4 – Pondere comprar um carro mais antigo, o que permite poupar em despesas com o seguro e com o IUC (Imposto Único Circulação).

5 – Incluir o seguro auto num seguro de agregado familiar com outros elementos da família, pode beneficiar de descontos no valor total dos prémios a pagar;

6 – Pague o prémio do seguro de uma só vez, ou por débito direto também ajuda a poupar no seguro.

Saiba como contratar um seguro pela internet

Há cada vez mais pessoas a procurar seguros pela Internet, especialmente devido ao fator preço. Além disso, oferece a comodidade, pois bastam uns cliques para contratar um seguro novo pela internet, no conforto do lar. No entanto, existem também algumas desvantagens a não desconsiderar, nomeadamente em termos de serviços.
Conheça 5 dicas que podem fazer toda a diferença, para contratar um seguro pela Internet:

Faça pesquisas sobre seguradora
Atualmente existe uma grande oferta de seguros no mercado, por isso, faça pesquisas sobre as empresas de seguros. Antes de contratar, deve averiguar acerca da credibilidade da seguradora/mediador em questão. Desde logo, verificar se essa empresa faz parte da lista das “entidades autorizadas” do Instituto Português de Seguros (ISP).

Forneça mais informações à seguradora
Para fazer a simulação online, deve preencher o maior número de espaços do formulário possível, para a seguradora apresentar-lhe uma solução à sua medida. Na eventualidade dos espaços existentes no site não forem suficientes para fornecer todos os dados, deve comunicar esses dados à seguradora por e-mail ou por telefone.

Faça várias simulações
Faça simulações em várias seguradoras, pois pode encontrar o mesmo produto por um preço mais reduzido. No entanto, os critérios para a escolha do melhor seguro não deve limitar-se apenas ao fator preço, deve ter também em consideração todas as condições do seguro. Faça simulações de diferentes opções de coberturas, pois pode encontrar melhores condições do seguro e a baixo custo.

Leia atentamente a proposta
Antes de dar o “Sim” a proposta de seguro, leia com atenção todas as condições da proposta de seguro. A seguradora deve divulgar informações como eventuais custos adicionais da comunicação à distância e da apólice, o modo de pagamento, a validade das informações e o direito de livre resolução do contrato.

Contate a seguradora
Em caso de dúvida contacte a entidade seguradora. Tire tudas as dúvidas que tiver e só depois avance para a contratação da apólice e efectuar o respetivo pagamento.

AS VANTAGENS E AS DESVANTAGENS DE CONTRATAR SEGUROS PELA INTERNET

As vantagens
– Pode conseguir valores muito inferiores aos que conseguiria numa agência física, pois as que operam na internet têm menos custos;
– Pode fazer muitas simulações online no seu computador, através dos muitos aplicativos disponibilizados nos sites das empresas de seguros;
– Todas as operações podem ser efetuadas através da Internet – adesão, alteração de dados, etc. Toda a informação relativa aos seus seguros estará disponível 24 horas por dia na sua conta de cliente.

As desvantagens
– Para quem dão muita importância ao contato pessoal na hora de contratar um serviço, as empresas de seguros pela Internet não são naturalmente as mais indicadas.
– No caso da ocorrência de algum sinistro, terá que ser o próprio cliente a contatar a seguradora e a tratar de tudo que for necessário para a resolução do problema.

Se você não domina minimamente a Internet e não gosta de se preocupar nem de tratar de papeladas, no caso de ocorrer algum sinistro, então o melhor é manter-se em contato com algum mediador ou com as agências físicas. No entanto, para quem percebe de Internet e quer poupar dinheiro nos prémios de seguros, obviamente que as seguradoras que atuam pela Internet e telefone (as low-cost) são a melhor opção.

Seguros de saúde mais baratos

Como vivemos num período de contenção financeira, é importante analisar todos os gastos da família. Isso também passa por averiguar se o seguro de saúde que tem é apropriado para o seu perfil e se não há forma de reduzir a conta.
Alguns dos fatores que mais influenciam o preço a pagar dependem de si. Quanto mais saudável for, e melhor for o seu estilo de vida, menor será o preço a pagar. Mas a oferta do mercado é enorme e abrange todas as classes. As companhias de seguros sentiram-se a necessidade de reorganizar os planos propostos, sendo agora em versão low cost.

Estes seguros de baixo custo regem-se por um princípio básico: em vez de contratar um pacote predefinido de coberturas, o cliente pode escolher apenas as que lhe interessam. São mais simples e mais baratos, tornando-se mais convidativos para a população em geral. A sua adesão é feita por módulos, funcionando sem franquia e sem a necessidade de reembolso.

Normalmente, são cartões de saúde que permitem recorrer a consultas de especialidade e meios de diagnóstico, podendo ainda incluir internamento. Em todo o caso, o que contrata são módulos de serviços não personalizáveis.

No mercado nacional existem várias as empresas de seguros, que disponibilizam este tipo de produtos, nomeadamente:
– Logo
– Mapfre
– N Seguros
– Medis
– OK Teleseguros

É possível contratar um seguro de saúde, sem abdicar de serviços essenciais e sem pôr em risco o seu bem-estar. Saiba de seguida algumas estratégias para conseguir um seguro de saúde mais barato.

– Contrate apenas os serviços de que realmente necessita. Escolhe as proteções de acordo com a sua idade, o seu aspeto físico e o historial clínico familiar para evitar gastos em coberturas das quais poderá nunca vir a beneficiar.

– Adotar um estilo de vida saudável é uma boa estratégia para conseguir um seguro de saúde mais barato. Porque o questionário médico que lhe é colocado e os exames médicos de que será alvo vão ditar as suas necessidades.

– Reduzir o preço do seguro de saúde passa também pela forma de pagamento. O ideal é pagar o prémio anual de uma só vez, já que o fracionamento é habitualmente penalizado pelas seguradoras. Excecionalmente, poderá encontrar alguma seguradora que ofereça a possibilidade de pagar de uma forma fracionada, sem custos adicionais.

– Contratar um seguro de saúde para toda a família, é outra estratégia para conseguir um seguro de saúde mais barato. Quanto maior o número de familiares coberto pelo seguro, mais pode poupar no prémio total a pagar. Neste caso, apesar dos gastos em prémios aumentarem aparentemente, a verdade é que, com o aumento das taxas moderadoras do Serviço Nacional de Saúde, nos últimos anos, muitos portugueses optaram por subscrever em seguros de saúde.

Conheça também as vantagens e desvantagens do Seguros de Saúde