Os empregos que mais prejudicam a saúde

No mundo do trabalho há profissões e empregos onde o risco de contrair doenças e ter acidentes é maior que outros. Condições de trabalho perigosas, exposição a focos de contaminação, ou mesmo a posição do seu corpo enquanto trabalha, são exemplos de fatores que tornam alguns empregos mais prejudiciais à saúde. Conheça de seguida as profissões onde o risco de prejudicar a saúde é maior.

Lista dos empregos mais prejudiciais à saúde

Apesar de a maioria das pessoas pensar logo em profissões como alpinista, domador de leões ou ciclista, na realidade, há profissões comuns onde o risco para a saúde é bastante grande. Conheça abaixo alguns dos empregos que mais prejudicam a saúde.

Dentistas
Por incrível que pareça, esta é uma das profissões onde o risco para a saúde é maior. A maior exposição a doenças infecciosas e a focos de contaminação, aliado ao grande período de tempo em que está sentado, ajuda a explicar a sua presença no topo desta lista.

Comissários de bordo e hospedeiras
Este emprego, devido ao contacto direto com centenas de pessoas diferentes a cada dia, é dos que maior índice de perigosidade têm. Exposição a doenças infecciosas e focos de contaminação, bem como riscos de ferimentos, são alguns dos fatores que tornam esta profissão potencialmente muito prejudicial para a saúde.

Anestesista
Os profissionais deste ramo estão sujeitos diariamente a riscos de contaminação e de infeções, bem como a risco de ferimentos e acidentes de trabalho.

Veterinários
Além do risco de ferimentos causados por animais, os veterinários estão também sujeitos todos os dias à exposição de focos de doença

Fiscais de imigração
Nos dias de hoje a imigração na Europa elevou-se aos níveis mais altos das últimas décadas. Como tal, os agentes de autoridade que têm como função controlar o fluxo migratório estão expostos a um risco elevado de exposição a doenças, mas também, a surtos de violência.

Técnicos em imagiologia
Por estarem diariamente várias horas expostos a radiações, mas também, às várias doenças dos pacientes, os técnicos de imagiologia estão também entre as profissões mais prejudiciais para a saúde.

Operadores de máquinas industriais
Entre as várias profissões mais perigosas incluem-se os operadores de maquinaria industrial e de caldeiras. Além dos riscos de acidentes de trabalhos, estes estão sujeitos muitas vezes a focos de contaminação.

Mineiros
Uma das profissões mais perigosas em todo o mundo é a de mineiro. Por estarem diariamente em locais onde o risco de acidente é grande, mas também, pela exposição a várias substâncias prejudiciais à saúde, os mineiros têm uma das profissões mais duras e prejudiciais à saúde em todo o mundo.

Coletores de lixo
Estando em constante contacto com resíduos sólidos recicláveis e não recicláveis, o risco de exposição a focos de contaminação, bem como, a doenças infecciosas, é grande.

Além dos empregos anteriores, há ainda outros exemplos mais específicos de profissões com alto risco de perigosidade. Os pilotos de corridas de automobilismo, os desportistas de alta competição, ou outras atividades de grande risco, são alguns exemplos.

7 formas de aumentar o seu rendimento sem ter que pedir um aumento

Apesar de a atribuição de um aumento do ordenado ser a melhor forma de incentivar e motivar um colaborador, existem outros benefícios que podem ser tão motivadores quanto um aumento de salário, tais como, ter acesso a formação ou ter um seguro de saúde/vida oferecido pela entidade patronal. Conheça de seguida 7 formas alternativas de negociar com o seu chefe um aumento de benefícios:

1. Comissões – Se é vendedor, uma excelente alternativa em caso da empresa não estiver disposta a aumentar-lhe o seu salário base, é negociar com o seu chefe um aumento percentual das comissões de vendas. Ainda que a atribuição de comissões seja mais indicada para comerciais, também pode ser aplicada para funcionários que trabalhem com objetivos.

2. Automóvel – É uma prática comum as empresas disponibilizarem viatura aos colaboradores que passam muito tempo fora dos escritórios, em deslocações. Normalmente, também possibilitam que os trabalhadores utilizem os automóveis durante os fins-de-semana, o que permite poupar nos custos de transporte

3. Seguros de saúde/vida – Atualmente, muitas empresas já oferecem seguros de saúde e de vida como benefícios aos seus colaboradores. Um seguro de vida permite assegurar que a família fica bem financeiramente caso lhe aconteça algum infortúnio. O seguro de saúde é geralmente extensível ao agregado familiar. Se ainda não tem, experimente dar esta sugestão à direcção da sua empresa como alternativa a um aumento de salário.

4. Formação – Se gostava de melhorar as suas competências ou adquirir novas qualificações, pode pedir ao seu empregador para lhe financiar um curso ou workshop. Isso demonstrará interesse da sua parte e é uma oportunidade para o empregador ver o seu potencial e entusiasmo. De acordo com a legislação em vigor, os trabalhadores têm direito a, pelo menos, 35 horas de formação contínua por ano.

5. Ginásio – Mais uma regalia que poderá pedir à empresa, é ter o acesso gratuito a ginásio. Trata-se de uma excelente forma da entidade empregadora oferecer-lhe um benefício tangível que poderia poupar-lhe dinheiro e pô-lo em forma. Procure saber se a empresa onde trabalha tem algum acordo com algum ginásio ou se pode vir a estabelecer.

6. Creche para os filhos – Ter os filhos numa creche, para além de ser bastante dispendioso, deixa os pais em stress constante, porque passam pouco tempo com as crianças ou porque têm de ir a correr busca-las em caso de doença. Já para não falar de ter de andar sempre a correr e em stress todos os dias, para chegar a tempo de ir buscar os filhos à creche, Por isso, ainda que poucas empresas o façam, ter uma creche no local de trabalho pode melhorar a motivação dos colaboradores e originar menor absentismo.

7. Mais dias de férias – Para além dos 22 dias úteis de férias pagas previstas na Lei portuguesa, se a empresa não puder dar-lhe um aumento salarial, peça mais dias de férias à entidade empregadora sem que isso seja descontado nos dias de trabalho. O custo para o empregador é menor e um colaborador descansado costume ser mais produtivo e motivado.

8 profissões em que as mulheres ganham mais

A igualdade salarial entre homens e mulheres parece ainda estar longe de ser conseguida. De acordo com estudos feitos, as mulheres continuam atrás dos homens na maioria dos postos de trabalho, sendo necessários cerca de 70 anos para alcançar a igualdade salarial entre homens e mulheres, segundo o último relatório da Organização Internacional do Trabalho (OIT). No entanto, existem oito profissões onde as mulheres ganham mais que os mesmos profissionais do sexo oposto.

A conclusão é do Gabinete dos Censos dos Estados Unidos, segundo o qual a profissão onde a diferença é maior é no cinema onde produtoras e realizadoras ganham 66.226 dólares por ano, enquanto os homens se ficam por apenas 62.386 dólares. Em segundo lugar, vêm os distribuidores e representantes de produtos e marcas, profissão onde as mulheres recebem à volta de 42.990 dólares por ano enquanto os homens têm uma média salarial de 41.619 dólares/ano.

Em terceiro, vêm os seguranças aeroportuários, uma profissão mais associada ao sexo masculino, mas por estranho que pareça, elas é que recebem mais: cerca de 41.751 dólares/ano e eles 40.732 dólares. Em quarto, as assistentes sociais, neste caso uma profissão mais associada ao sexo feminino. Elas têm uma média salarial de 35.766 dólares/ano e os homens de 34.967 dólares. Em quinto, temos o ensino especial, uma profissão também muito feminina. Neste caso são as professoras que recebem mais: cerca de 47.376 dólares por ano contra os 46.932 dólares dos professores.

Em sexto, gestores de distribuição e aprovisionamento e transportes (52.259 dólares ao ano para as mulheres e 52.017 para os homens); em sétimo, as empregadas de limpeza que trabalham na restauração, com 17.332 dólares para elas e 17.302 para eles; e, em oitavo e último lugar, os terapeutas psicólogos onde as mulheres recebem 42.369 dólares e os homens 42.299.

Em Portugal, os homens recebem, em média, mais 18% que as mulheres, uma percentagem ligeiramente superior à que se verifica na UE com 16,4%.

Conheça as profissões mais bem pagas em Portugal

Tendo em conta a atual conjuntura económica e a dificuldade crescente em arranjar emprego, tanto para trabalhadores menos qualificados como para os mais qualificados, damos-lhe a conhecer neste artigo as áreas onde se registam melhores remunerações em Portugal.
De facto, existem empresas e setores onde os efeitos da crise económica não são sentidos, garantem salários acima da média (900€/mês, segundo estudo da EGOR) já no início da carreira. Além disso, independentemente dos altos e baixos da economia, há profissões que se mantém valorizadas no mercado de trabalho, seja pela elevada procura existente por profissionais qualificados, seja por especializações que atendem às novas necessidades do mercado. A lista das profissões mais bem pagas é mais vasta do que se possa pensar e inclui áreas diversificadas.
Dinheiro não é tudo. Mas com certeza são muitos os que consideram a perspetiva salarial como um fator de peso para a tomada de decisão, relativamente ao caminho a seguir em termos profissionais. Se é o seu caso conheça abaixo algumas das profissões mais baem pagas em Portugal.

1. PILOTOS E CONTROLADORES AÉREOS
Um piloto de aviação civil leva para casa cerca de 8000€ por mês, enquanto os controladores de tráfego aéreo auferem cerca de 5000€ mensais. Sendo por isso duas das profissões mais bem remuneradas. Os elevados salários são, no entanto, justificados dado o elevado nível de exigência em termos pessoais, mentais e físico.

2. MARKETEER ESTRATÉGICO
Marketing Estratégico é uma área que apresenta bons níveis de empregabilidade e oferece boas perspetivas de crescimento profissional (à escala global). Sem falar claro das margens salariais. Por exemplo, para profissionais em cargos de direcção em início de carreira (até 3 anos de experiência), o salário médio anual é de 21000€. Já um diretor de marketing (com 3 a 6 anos de experiência profissional) tem um salário médio a rondar os 30000€ anuais. A partir daí é sempre a subir.
Além dos cargos de direção, há ainda os chamados profissionais especializados, cujas remunerações por serviço prestado podem ascender a valores mais elevados consoante o nível de experiência.

3. BANCA
Os profissionais deste sector que ocupam cargos superiores (diretores de topo) auferem em média 7500€ por mês. A este valor, pode acrescentar-se ainda um bónus mediante o desempenho. São razões mais que suficientes para ser uma das profissões mais bem pagas em Portugal.

4. MÉDICOS
Os médicos de especialidade, tais como cirurgiões ou dentistas, ocupam um lugar de destaque na lista das profissões com melhores remunerações. Os salários dependem da experiência e/ou estatuto de cada profissional.

5. ADVOGADOS E JUÍZES
Tal como os médicos, estes profissionais integram também a lista das profissões com vencimentos mais elevados em Portugal. Para os juízes, os ordenados variam entre 4000€ a 7000€ mensais. No que diz respeito a remuneração dos advogados, é difícil atribuir um valor fixo, já que os seus honorários variam de acordo com a experiência que detêm e com o estatuto alcançado.

6. ENGENHEIRIAS TECNOLÓGICAS E DE PRODUÇÃO
Os engenheiros com formação nas novas tecnologias e sistemas de informação têm oportunidade de perspetivar uma boa evolução salarial. Dos cerca de 950€ a 1300€ iniciais, podem chegar a ganhar entre 3000€ a 5000€ por mês.

7. AUDITORES E CONSULTORES FINANCEIROS
Nesta área, a semelhança do que acontece no Marketing Estratégico, as remunerações variam de acordo com a experiência. Os auditores e consultores financeiros com até 3 anos de experiência, auferem cerca de 15000€ por ano. Esse valor dobra caso a experiência dos mesmos sejam superior a 3 anos.

8. INVESTIGAÇÃO CIENTÍFICA
Apesar de ser uma área não muito explorada em Portugal, existe procura. As remunerações são altas, tendo em conta a necessidade constante de investigação e pesquisa.

9. FUNÇÕES TÉCNICAS ESPECIALIZADAS
Para além das referidas acima, também devemos ter em conta as funções técnicas especializadas, como carpinteiros, canalizadores e eletricistas, por exemplo. São profissões muito procuradas e bem pagas tendo em conta que cada vez existem menos profissionais nessas áreas, em Portugal.

Notas:
– A lista apresentada acima não obedece nenhuma ordem de acordo com tabela salarial.
– Todos os valores mencionados são valores brutos.

Conheça as profissões do amanhã

Quais as profissões com mais saída na sociedade? As profissões de hoje são as mesmas de ontem? E as profissões do amanhã serão as mesmas?
Segundo um estudo levado a cabo pela Global Entrepreneurship Monitor (o maior estudo independente sobre empreendedorismo), a inovação, a procura por melhor qualidade de vida e a preocupação com o meio ambiente serão os fatores decisivos na determinação das profissões mais promissoras da próxima década.

Um outro estudo levado a cabo pelo Conselho Empresarial para o Desenvolvimento Sustentável (BCSD), revelou ainda que as profissões mais procuradas em Portugal serão na área da Engenharia Tecnológica, Comercial, Marketing e Comunicação de Informação, Ciências Económicas, Operações e Logística e Automação. Portanto, se tem dúvidas sobre que curso tirar por ter receio de não ter emprego ou se apenas quer ter uma noção de como estará o mercado daqui a uns anos, confira abaixo algumas das dezenas de profissões que podem marcar o futuro.

– Engenheiro Biomédico
– Analista de comunicações e sistema de redes e dados
– Assistente de saúde
– Engenheiros de petróleo
– Gestor de Operações e Logística
– Auditor financeiro
– Marketing
– Engenheiro de mobilidade
– Especialistas em cuidados da pele
– Arquiteto Digital
– Técnico de cuidados continuados no Lar
– Técnico de Educação Online
– Conselheiro Pessoal de Compras Alimentares
– Gestor de Qualidade de Vida
– Gestor de inovação
– Especialista em cloud computing