7 dicas para quem trabalha a partir de casa

A nova legislação sobre o teletrabalho vai permitir a muitas pessoas trabalhar a partir de casa. Além de se evitarem as horas perdidas no trânsito, em alguns casos, há ainda o benefício de não se ter um horário de trabalho definido, o que abre muitas possibilidades quando se tem filhos pequenos. No entanto, trabalhar em casa pode trazer alguns problemas por isso deixamos-lhe aqui algumas dicas para os evitar.

Crie o seu próprio espaço de trabalho
Arranje um espaço de trabalho onde possa instalar a sua secretária e todo o equipamento que necessitar para o seu trabalho. Deve criar um espaço profissional e sem distrações para que possa fazer o seu trabalho com a maior produtividade possível e sem problemas.

Vista-se adequadamente
Trabalhar de pijama ou de fato de treino, além de pouco profissional, pode levá-lo a diminuir a sua produtividade. O fato e gravata não é obrigatório mas deverá mudar de roupa tal como se fosse para o escritório de forma a criar uma barreira mental que lhe permita distinguir entre quando está a trabalhar e quando não está.

Estabeleça um horário de trabalho
Não é fácil trabalhar a partir de casa se não for uma pessoa disciplinada. Caso não tenha um horário de trabalho fixado pela empresa, deverá defini-lo você, de forma a garantir que consegue fazer todo o seu trabalho dentro dos prazos. Você decide qual será o seu horário. No entanto, não se aconselham horas de almoço muito longas de forma a não quebrar o ritmo de trabalho.

Faça um plano do seu dia
Use os 5 primeiros minutos do seu dia de trabalho para planear o seu dia. Tenha sempre junto de si uma agenda onde poderá escrever os planos para o seu dia, semana ou mês. Além de lhe permitir uma melhor gestão do tempo, fica também com uma ferramenta onde é possível consultar os seus objetivos profissionais e a prioridade de cada um deles.
Se conseguir atingir todos os objetivos a que se propôs para o dia antes da “hora de saída” poderá então disfrutar de algum tempo para si.

Não ceda à procrastinação
Não ceda à vontade de ficar um pouco mais na cama ou de interromper o trabalho para ir beber um café com os seus amigos. Estas ações irão atrasar os seus planos e adiar a conclusão dos seus objetivos.

Imponha limites
Se trabalha a partir de casa deverá estabelecer limites entre a sua vida doméstica e profissional. Se tem filhos em casa torna-se mais difícil de o fazer. O mesmo se aplica com as tarefas domésticas. Estas pequenas distrações podem fazê-lo perder o ritmo de trabalho e, como tal, diminuir a sua produtividade. Assim, é fundamental estabelecer limites para os seus filhos e para as tarefas domésticas. Se definiu o seu horário de trabalho, terá que o cumprir.

Mantenha o contato com os colegas
Trabalhar a partir de casa pode até ser mais calmo e permitir-lhe estar mais concentrado no que está a fazer mas poderá também levar a que se torne mais solitário. Uma das formas de combater isso é mantendo o contato com os seus colegas de escritório. Desta forma, além de saber o que se passa no escritório, pode ainda alargar a sua rede de contatos o que é sempre benéfico para qualquer carreira.

Conheça 10 características que os recrutadores valorizam

As características pessoais de um candidato podem constituir um fator de grande importância no momento de serem avaliados por um recrutador. Ainda que o currículo e os conhecimentos técnicos possuam também um certo peso, a verdade é que o candidato não será apenas avaliado por aquilo que sabe fazer, mas também por aquilo que é enquanto pessoa.

De seguida, ficam 10 das características mais valorizadas por um recrutador:

Capacidade de trabalhar em equipa

O trabalho de equipa é uma peça fundamental na esmagadora maioria das atividades profissionais. Assim sendo, deixar bem claro que possui um bom espírito de equipa poderá aumentar significativamente as suas probabilidades de ser contratado.

Ética

A demonstração de valores éticos adequados e de um comportamento profissional exemplar é uma das mais importantes características a demonstrar, não só num processo de avaliação, como também no seu dia a dia profissional.

Consistência

A capacidade de manter uma atitude profissional consistente, sem espaço para surpresas desagradáveis, poderá ajudá-lo a preservar o seu posto de trabalho por muitos anos.

Responsabilidade

Um recrutador dará sempre prioridade a um profissional que demonstre uma boa capacidade de honrar as suas responsabilidades profissionais, uma vez que essa é uma qualidade que inspirará sempre confiança e sentimento segurança em qualquer empregador.

Boa capacidade de comunicação

Qualquer atividade profissional está dependente de uma boa dinâmica de comunicação entre o patrão, o empregado e os clientes. Assim sendo, saber entender e passar uma mensagem fará sempre com que o seu desempenho profissional se revele em devida conformidade com as expectativas do recrutador.

Flexibilidade

Numa época em que os cargos e as tarefas são cada vez mais multidimensionais, apresentar a capacidade de desenvolver diversas atividades é algo que poderá melhorar substancialmente as suas probabilidades de vir a ser contratado e manter um emprego fixo por muitos anos.

Capacidade de trabalhar sob pressão

Um trabalhador que saiba atuar eficazmente sob pressão tende a ser extremamente valorizado por qualquer tipo de empresa. Em situações em que o trabalho se revele complexo e o tempo seja escasso, é importante demonstrar que sabe como lidar com a situação e levar eficazmente a cabo as tarefas que lhe forem solicitadas, mesmo em circunstâncias mais adversas.

Auto-motivação

Um trabalhador que apresente um elevado grau de motivação será sempre encarado com bons olhos por uma empresa, uma vez uma boa produtividade só poderá ser alcançada por trabalhadores verdadeiramente motivados.

Boa capacidade de organização

Saber gerir e organizar tarefas é uma capacidade que poderá contribuir para um desempenho mais eficaz de qualquer tipo de tarefa profissional.

Positivismo

Ter uma atitude positiva é essencial para superar certos obstáculos. No universo profissional, as coisas nem sempre correm bem, por isso é preciso ter a capacidade de manter a cabeça erguida e saber procurar soluções viáveis para os problemas, sem nunca perder a convicção de que os mesmos podem ser superados.

8 profissões em que as mulheres ganham mais

A igualdade salarial entre homens e mulheres parece ainda estar longe de ser conseguida. De acordo com estudos feitos, as mulheres continuam atrás dos homens na maioria dos postos de trabalho, sendo necessários cerca de 70 anos para alcançar a igualdade salarial entre homens e mulheres, segundo o último relatório da Organização Internacional do Trabalho (OIT). No entanto, existem oito profissões onde as mulheres ganham mais que os mesmos profissionais do sexo oposto.

A conclusão é do Gabinete dos Censos dos Estados Unidos, segundo o qual a profissão onde a diferença é maior é no cinema onde produtoras e realizadoras ganham 66.226 dólares por ano, enquanto os homens se ficam por apenas 62.386 dólares. Em segundo lugar, vêm os distribuidores e representantes de produtos e marcas, profissão onde as mulheres recebem à volta de 42.990 dólares por ano enquanto os homens têm uma média salarial de 41.619 dólares/ano.

Em terceiro, vêm os seguranças aeroportuários, uma profissão mais associada ao sexo masculino, mas por estranho que pareça, elas é que recebem mais: cerca de 41.751 dólares/ano e eles 40.732 dólares. Em quarto, as assistentes sociais, neste caso uma profissão mais associada ao sexo feminino. Elas têm uma média salarial de 35.766 dólares/ano e os homens de 34.967 dólares. Em quinto, temos o ensino especial, uma profissão também muito feminina. Neste caso são as professoras que recebem mais: cerca de 47.376 dólares por ano contra os 46.932 dólares dos professores.

Em sexto, gestores de distribuição e aprovisionamento e transportes (52.259 dólares ao ano para as mulheres e 52.017 para os homens); em sétimo, as empregadas de limpeza que trabalham na restauração, com 17.332 dólares para elas e 17.302 para eles; e, em oitavo e último lugar, os terapeutas psicólogos onde as mulheres recebem 42.369 dólares e os homens 42.299.

Em Portugal, os homens recebem, em média, mais 18% que as mulheres, uma percentagem ligeiramente superior à que se verifica na UE com 16,4%.

Conheça as profissões mais bem pagas em Portugal

Tendo em conta a atual conjuntura económica e a dificuldade crescente em arranjar emprego, tanto para trabalhadores menos qualificados como para os mais qualificados, damos-lhe a conhecer neste artigo as áreas onde se registam melhores remunerações em Portugal.
De facto, existem empresas e setores onde os efeitos da crise económica não são sentidos, garantem salários acima da média (900€/mês, segundo estudo da EGOR) já no início da carreira. Além disso, independentemente dos altos e baixos da economia, há profissões que se mantém valorizadas no mercado de trabalho, seja pela elevada procura existente por profissionais qualificados, seja por especializações que atendem às novas necessidades do mercado. A lista das profissões mais bem pagas é mais vasta do que se possa pensar e inclui áreas diversificadas.
Dinheiro não é tudo. Mas com certeza são muitos os que consideram a perspetiva salarial como um fator de peso para a tomada de decisão, relativamente ao caminho a seguir em termos profissionais. Se é o seu caso conheça abaixo algumas das profissões mais baem pagas em Portugal.

1. PILOTOS E CONTROLADORES AÉREOS
Um piloto de aviação civil leva para casa cerca de 8000€ por mês, enquanto os controladores de tráfego aéreo auferem cerca de 5000€ mensais. Sendo por isso duas das profissões mais bem remuneradas. Os elevados salários são, no entanto, justificados dado o elevado nível de exigência em termos pessoais, mentais e físico.

2. MARKETEER ESTRATÉGICO
Marketing Estratégico é uma área que apresenta bons níveis de empregabilidade e oferece boas perspetivas de crescimento profissional (à escala global). Sem falar claro das margens salariais. Por exemplo, para profissionais em cargos de direcção em início de carreira (até 3 anos de experiência), o salário médio anual é de 21000€. Já um diretor de marketing (com 3 a 6 anos de experiência profissional) tem um salário médio a rondar os 30000€ anuais. A partir daí é sempre a subir.
Além dos cargos de direção, há ainda os chamados profissionais especializados, cujas remunerações por serviço prestado podem ascender a valores mais elevados consoante o nível de experiência.

3. BANCA
Os profissionais deste sector que ocupam cargos superiores (diretores de topo) auferem em média 7500€ por mês. A este valor, pode acrescentar-se ainda um bónus mediante o desempenho. São razões mais que suficientes para ser uma das profissões mais bem pagas em Portugal.

4. MÉDICOS
Os médicos de especialidade, tais como cirurgiões ou dentistas, ocupam um lugar de destaque na lista das profissões com melhores remunerações. Os salários dependem da experiência e/ou estatuto de cada profissional.

5. ADVOGADOS E JUÍZES
Tal como os médicos, estes profissionais integram também a lista das profissões com vencimentos mais elevados em Portugal. Para os juízes, os ordenados variam entre 4000€ a 7000€ mensais. No que diz respeito a remuneração dos advogados, é difícil atribuir um valor fixo, já que os seus honorários variam de acordo com a experiência que detêm e com o estatuto alcançado.

6. ENGENHEIRIAS TECNOLÓGICAS E DE PRODUÇÃO
Os engenheiros com formação nas novas tecnologias e sistemas de informação têm oportunidade de perspetivar uma boa evolução salarial. Dos cerca de 950€ a 1300€ iniciais, podem chegar a ganhar entre 3000€ a 5000€ por mês.

7. AUDITORES E CONSULTORES FINANCEIROS
Nesta área, a semelhança do que acontece no Marketing Estratégico, as remunerações variam de acordo com a experiência. Os auditores e consultores financeiros com até 3 anos de experiência, auferem cerca de 15000€ por ano. Esse valor dobra caso a experiência dos mesmos sejam superior a 3 anos.

8. INVESTIGAÇÃO CIENTÍFICA
Apesar de ser uma área não muito explorada em Portugal, existe procura. As remunerações são altas, tendo em conta a necessidade constante de investigação e pesquisa.

9. FUNÇÕES TÉCNICAS ESPECIALIZADAS
Para além das referidas acima, também devemos ter em conta as funções técnicas especializadas, como carpinteiros, canalizadores e eletricistas, por exemplo. São profissões muito procuradas e bem pagas tendo em conta que cada vez existem menos profissionais nessas áreas, em Portugal.

Notas:
– A lista apresentada acima não obedece nenhuma ordem de acordo com tabela salarial.
– Todos os valores mencionados são valores brutos.