Seguro de Saúde – Vantagens e desvantagens

Hoje em dia, a maioria das pessoas reconhecem o valor dos seguros de saúde, no entanto, veem como um custo demasiado elevado para os benefícios que pode usufruir. Esta perceção acontece porque a generalidade das pessoas se consideram saudáveis e que iriam estar a gastar dinheiro desnecessariamente. A verdade é que todos nós mais cedo ou mais tarde, podemos ter um azar na vida e nos lembraremos dos euros que decidimos poupar em não adquirir um seguro como uma das piores decisões que fizemos.

Se pondera escolher um seguro de saúde pelas vantagens que este traz, deve ter em atenção a alguns fatores para escolher o seguro mais vantajoso para si e para a sua família. As vantagens do seguro de saúde são os seguintes:

– Rapidez no atendimento, porque tem acesso a uma rede privada de clínicas de saúde, permitindo-lhe contornar as filas de espera do SNS;

– Dispõe de cuidados de saúde 24 horas por dia, durante todos os dias do ano;

– A liberdade para a escolha de médicos e hospitais, porque existe uma vasta rede de prestadores de serviços de saúde. A dimensão da rede varia de seguradora para seguradora;

– No caso de recorrer a um prestador fora da rede convencionada, é reembolsado a parte da despesa coberta pelo seguro.

– Benefícios como descontos em parceiros ou apoio domiciliário;

– A possibilidade de incluir vários elementos do agregado familiar, permitindo assim baixar o prémio do seguro;

– Menor dependência dos serviços públicos de saúde;

Por um lado, o seguro de saúde tráz várias vantagens, por outro, também algumas desvantagens, tais como:
– períodos de carência (tempo sem conseguir utilizar o seguro) que podem ir de 3 a 12 meses;
– existência de idade limite para a utilização e para a renovação do seguro;
– exclusão de determinadas doenças (incluindo preexistentes);
– existência de franquias;
– prémios elevados, sobretudo a partir de uma certa idade.

Para descobrir se um seguro de saúde compensa para si, não é uma tarefa fácil, já que não se consegue prever as necessidades de tratamentos de saúde no futuro. Mas, pode-se estimar o número de consultas e de tratamentos olhando para o ano anterior e comparar o valor gasto em todas essas ocasiões com o prémio anual do seguro de saúde.
Se o prémio do seguro for inferior, o seguro de saúde compensa.

Num modo geral, a contratação deste tipo de seguros pode compensar mais para pessoas com idades entre os 30 e os 50 anos. Pode igualmente compensar para grávidas e para quem tem filhos. O ideal é analisar bem as suas necessidades e pensar se as alternativas existentes serão satisfatórias.

Comentários

comments

Publicado por

Kike Yin

Licenciado em Economia Profissional no sector dos Seguros

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *